terça-feira, 25 de julho de 2017


Plantar o amor  é como sentir o sopro de um anjo com quem a paz vive sem pressa de partir

Fenanda R-Mesquita

Num mundo de ilusões,
em busca permanente
procuro na vida, emoções,
sentimentos como toda a gente!

As florestas cantam baixinho,
a vida numa promessa constante
e o meu coração ouve quietinho,
desejando da vida ser amante.












Poderia chamar este espaço de Escrita direta. 
Escrevo nele diretamente. Devido a isso, muitos contos encontram-se por acabar. 

























































Sem comentários:

Enviar um comentário