segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

A brincar posso dizer...



Hoje só quero imaginar
que o sonho é real,
que posso viver a brincar
sem ninguém levar a mal.

Hoje quero ser diferente
sem eu mesma deixar de ser,
arriscando ser crente;
“que sou grande sem crescer.’’

Como é bom ser pequeno
e caminhar na vida a sorrir,
viver tranquilo e sereno
e sobre sonhos felizes dormir.

Que me desculpem quem me lê,
se nestes versos infantis
coerência não encontra e não vê...
sou a criança que sempre quis!

Neste momento a brincar
procuro dizer algo com jeito;
ousemos ao amor brindar
porque tudo o resto é suspeito.

Que faça o Homem do Mundo
o amor que tanto proclama;
um sentimento profundo
que não destrói a quem ama!

Fernanda R-Mesquita


Sem comentários:

Enviar um comentário