segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Cinzento

Edmonton- William Hawrelak Park no Inverno- Dezembro- 2011

Ao alcance dos meus olhos,
não vive o mar nem um céu azul,
apenas o cinzento se lembrou de acordar.
Talvez a Primavera brote amanhã.
Até lá, deixemos  que os sentimentos vivam
para que as palavras  não despontem sós
e conquistem o poder de levar oceanos
onde eles não existem.

Fernanda R-Mesquita











Sem comentários:

Enviar um comentário