Declama-me poesia

Montanhas Rochosas- Lago Louise- Canadá
Março de 2010

Cura o meu coração, meu amor,
declama-me poemas de paz e alegria...
Eu, deitada no teu peito, curarei a minha dor
e adormecerei encantada nos segredos da poesia.

Depois verás que as minhas mãos geladas,
abandonadas à  tristeza e à  amargura,
remoçarão  belas por se sentirem amadas
e por respirarem essa brisa de ternura.

Depois serei eu a chamar a poesia de bendita,
por ela ser  porto extremo da nossa vida,
poderei não escrever a quadra mais bonita,
mas  tornarei eterna, essa quadra quase perdida!

Fernanda R-Mesquita









Comentários

Mensagens populares