Fluíste na noite

A nossa rua- Edmonton 2011

Fluíste na noite inspirado a murmurar
palavras  que me fizeram sentir tua,
com cheiro a poesia das ondas de um grande mar
e de grãos de areia iluminados pela lua.

O teu poema foi como uma balada à distância
foi como um hino de amor que me fez rir de alegria,
que acalmou esta  insone e constante ânsia
e que enfeitou o azul da noite  com letras de poesia.

Poema de olhar íntimo que  aqueceu  o meu ser
como um abraço enamorado no canto de um  jardim,
que  do cheiro do mar ostensivo me fez esquecer
seduzida pelos teus braços com aroma de alecrim!

Fernanda R-Mesquita







Comentários

Mensagens populares