Não meu amor, não deixemos


Não meu amor, não deixemos o furor
descer e entrar dentro do nosso coração,
façamos com que não passe de um rumor
para que não nos tornemos estranhos... sem razão.

Não deixemos falar palavras amargas de fel,
que não sinta a nossa boca um amargo profundo,
que não seja o nosso amor chamado de infiel
e que não seja a nossa vida destruída num segundo.

Que sejas sempre tu, aquele que em amor me enlaçou
neste misterioso sentimento... tão ardente!
Eu serei sempre aquela que sempre tanto te amou
e um dia lembraremos este dia triste... vagamente!

Fernanda R-Mesquita









Comentários