Não quero assim

Ardem os astros em fogo quente
no andar lento das horas pesadas,
onde grita a falta de um beijo ardente
e onde as carícias parecem desmaiadas.

E na procura daquelas noites quentes
secam os meus lábios sem emoção,
vivendo na lembrança dos afagos ardentes
e do suor quente que nascia na tua mão.

Não quero um beijo pela metade
dado no canto da boca ao passar,
como alguém que já não sente vontade
e dá um beijo apenas por dar!

Fernanda R-Mesquita


Comentários