Não te feches

Montanhas Rochosas, verão- 2010

Não feches num cofre, o teu coração,
para que ele encontre a sua hora, o seu espaço
e não se ausente da vida...
e o cofre, pode ter armadilhas...
Não deixes que te sobrem maravilhas por sentir
esgota-as multiplicando-te
derrama-te como um vaso cheio
tentando ver como se fosses cego...
sentirás melhor...
Permanece lúcido para viveres, mas não cresças demais.
Não fiques à porta à espera que outros a abram,
raramente a abrirão da forma certa para passares.
Conquista o teu mundo, dedica-te a ele
mas nunca ao mundo inteiro...
sentir-te-ás perdido.
Não vivas alheio ao mais solitário,
ele terá tanto para te dizer!
Procura no céu, nas estrelas ou na lua...
que te falarão da vida, da real vida.
Não deixes de exprimir aquilo que queres ser...
Que o reflexo do teu olhar
viva por vontade tua!

Fernanda R-Mesquita

Ao Nuno






Comentários