Quando a amizade sabe a traição


Que espada é esta tão afiada
e tão aguda, que me fere com tanta intensidade,
que modulação é esta que me deixa surda
com ruídos de traição, quando pensei que era amizade?

Que duro é este golpe estonteante,
que invade o meu discernimento,
destrói a minha esperança, outrora confiante
e me reduz a este estado de sofrimento!

Nem te desculpa a tua imperfeição... que triste
a forma como desdenhaste, te riste,
traíste e insultaste a amizade que te dei!

Não vou usar a mesma chave para abrir a porta
do lugar onde deste a nossa amizade como morta...
melhor esquecer-te... viver de rancor, não quero, nem sei!

Fernanda R-Mesquita

Comentários

Mensagens populares